segunda-feira, julho 05, 2010


Um vazio só...

4
Hoje é segunda.
Nova semana.
Novo mês.
Novo eu...

Metade do ano já se foi. O que fiz? Por onde andei?
Tenho a sensação que apenas existi, sem mel, sem fel, sem dor.
Que história afinal eu quero escrever?
Lá se vão vinte e poucos anos. Final do primeiro tempo. É preciso decidir.
Decidir o que se quer e para onde se vai.
Me perco, me acho, me faço, invento.
Me desfaço. Paraliso. Ando em círculos.
Avanço e recuo, tenho medo.
Afinal, o que quero de mim?
Sou confusão. Sou louca. Sou paixão e frustração.
Ahh como crescer dá trabalho.
Faço e sinto que não fiz.
Mudo e me mudo de mim. Volto.
Me quero, me deixo, me abandono.
De longe, me olho e de novo. Volto.
E para onde vou?
Decido ir com o vento.
Por favor, não acabem com o meu desejo de voar.
Sou um ciclo intermitente.
Vou parar e recomeçar quantas vezes precisar.

fonte:clicrbs/precisofalar

4 comentários:

Rebeca disse...

Que lindo amiga!
Apesar dos pesares, mesmo sem notar, a gente faz muita coisa que vale a pena (ou nem tanto). Com o passar do tempo a gente vê que o passado sempre nos traz algo...

Beijocas

luly.bb disse...

De sua autoria?????
a-meeeeeeeeeei!!!!!!!!
nos mulheres somos especiais,
bem,nao vou limitar a isso,entao corrijo,NOS SERES HUMANOS SOMOS ESPECIAIS!!!
vc e mto especial amiga!
escreva um livro! hehe
besos.

Meu diário... disse...

Oh meu amor....
Isso mesmo, lute o qto for necessário. Nunca desista!
Bjsss

Ale Ribeiro disse...

AMEI!
Vc que escreveu?
Disse tudo, me descreveu rs
BJO
AMO

"Ah... Mas quem sou eu senão uma formiguinha, das menores, que anda pela Terra cumprindo sua obrigação!" (Chico Xavier)